Se você chegou até esse artigo procurando um passo a passo para a limpeza de sua piscina, fique tranquilo (a), iremos te ajudar sobre o que você deve fazer para manter a água de sua piscina sempre limpa e cristalina.

É bem comum nossos clientes que possuem piscina ou adquiriram com a Cobop mesmo perguntarem:

Comprei uma piscina e não sei nada sobre como tratar ela. O que eu faço? Por onde eu começo?

 

Primeiramente, vamos começar com o básico, certo?

Muitas pessoas acham que a Limpeza Física é o suficiente para limpar sua piscina, como passar a peneira na superfície para remover folhas, insetos e outras sujeitas.

Porém muitos não se atentam ao Tratamento Químico da água para manter ela sempre cristalina e saudável. O que é crucial para que a água não fique turva, verde ou com outras cores devido ao uso incorreto dos produtos químicos.

Resumindo:

A piscina precisa de dois tipos de tratamentos:

    • Tratamento Físico (peneirar, filtrar, etc)
    • Tratamento Químico (clorar a água e produtos químicos para proteger a água da piscina)

 

Limpar a piscina é simples, mas requer um pouco de paciência e entender que o resultado nem sempre vem da noite para o dia! E entender que ao limpar algumas vezes a sua piscina você verá que é simples e poderá dar até dicas para um amigo dentro da sua experiência.

 

Então vamos ao passo a passo para limpar sua piscina

 

Limpar todo o entorno da piscina

Isso inclui o deck, borda e toda a superfície em volta da piscina.

Se não fizer isso, após tratar a água (ou durante o tratamento), essas sujeiras poderão ser jogadas na agua da piscina por fatores como: por pessoas ou animais que caminham ao redor da piscina, pelo vento, pelas plantas, etc.

Então limpe corretamente toda área ao redor da piscina, com produtos específicos para cada tipo de superfície, seja de mármore, madeira, pedras, etc)

 

Limpe o Skimmer (ou Coadeira) e Pré-filtro

Importante: desligue o sistema de filtração e feche os registros antes de abrir o compartimento de pré-filtro.

Chamado popularmente de coadeira, o skimmer também precisa ser limpo. Não se esqueça do pré-filtro da motobomba da piscina, aonde ficam retidos as impurezas maiores, como folhas, gramas, etc.

O skimmer é um dispositivo responsável por capturar sujeiras que eventualmente caiam na piscina e fiquem flutuando na superfície da água.

Na maioria dos casos, o skimmer é limpo manualmente sem nenhuma complicação.

Mantenha tanto o skimmer como o pré-filtro sempre limpos, para evitar que devido ao acumulo de sujeiras a passagem entupa.

 

Passe a Peneira na superfície de sua piscina

Peneiração! Simples assim. Retire todas as sujeiras e impurezas que a peneira (juntamente com um cabo telescópico) consegue pegar e que estão na superfície da água e eventualmente no fundo da piscina.

Sujeiras e resíduos como:

  • Folhas
  • Galhos
  • Insetos
  • Animais mortos (como um sapos ou rãs, que são muito comuns, porém nesse caso o tratamento químico muda um pouco, veja esse artigo aqui – Encontrei um animal morto na piscina, preciso trocar toda a água?)

 

Escove as Paredes e o Fundo da Piscina

Simplesmente escove toda a piscina, laterais e fundo, e remova todas as sujeiras e a proliferação de organismos vivos, como:

  • Algas
  • Bactérias
  • Excesso de produtos na água

Além de “desgrudar” toda a sujeira para deixar a piscina com aparência mais limpa, ainda evita manchas no revestimento que com o tempo podem se tornar permanentes.

Dê preferência em utilizar escovas mais macias, independente do revestimento de sua piscina: Fibra, Alvenaria, Vinil, Pintura Epóxi, Etc.

No entanto alguns de nossos clientes utilizam as escovas com cerdas de aço inox para limpar piscinas de alvenaria (azulejo, pastilhas, pedras, etc) para auxiliar a remoção de algas mais insistentes nos rejuntes.

Caso opte por esse tipo de escova recomendamos cautela e uso com força moderada para evitar que risque os azulejos, por exemplo, e remova muito os rejuntes.

Se preferir, você pode contratar um profissional de piscinas. Se você mora em Ourinhos ou Assis, ou em um raio de 20 km dessas regiões, entre em contato conosco que teremos muito prazer em te ajudar a encontrar um profissional.

 

Aspiração

Aspirar a sujeira no fundo da piscina é uma as tarefas que mais exigem mais paciência e um pouquinho de experiência.

A aspiração deve ser feita depois da escovação e da utilização de um decantador, sempre seguindo as instruções do rotulo do produto.

Aguarde o tempo necessário para que o decantador faça o efeito desejado, o que geralmente leva algo em torno de 12 horas a 24 horas, para que a piscina esteja pronta para ser aspirada.

Importante: Não recomendamos o sulfato de alumínio para decantação, pois além de alterar o PH, ou seja, sempre será necessário jogar o sulfato e um elevador de PH logo em seguida, o sulfato de alumínio pode empedrar a areia do filtro caso a aspiração seja utilizada filtrando. Logo o desperdício de água é maior, já que a aspiração precisa ser feita jogando a água para o “esgoto”.

 

Pronto agora é a hora de aspirar mesmo!

Insira a mangueira no dispositivo de aspiração, que geralmente fica na lateral da piscina e também no meio dela.

Verifique se ficou bolhas de ar dentro da mangueira.

Para uma melhor aspiração, deixe apenas o registro de aspiração deve estar “aberto”, e os outros registros de sucção devem estar na posição “fechado”.

Atente-se a posição da chave do filtro de acordo com as orientações descritas no próprio filtro.

Dica:

Verifique também com a empresa que instalou a casa de máquinas, sobre as instruções de manuseio do seu conjunto filtrante.

Se a aspiração for feita filtrando, é importante retrolavar a areia do filtro de acordo com as instruções do fabricante.

 

Depois de decantada totalmente, a aspiração da piscina de ser feita lentamente para que a sujeira não volta à superfície da água. Aspire escadas prainha e atente-se aos cantos, onde precisa de mais atenção, experiência do piscineiro e um bom aspirador.

 

Ufa! tudo aspirado!

Quando for remover a mangueira do dispositivo de aspiração, tire com cuidado, pois pode haver ainda um restinho de sujeira que não foi sugado e cair novamente na água da piscina.

Antes de remover completamente a mangueira da piscina, coloque as duas pontas para fora d’água, aí se cair alguma sujeira cairá ao redor e não dentro da piscina, que será muito mais fácil de limpar.

 

Tratamento Químico

O tratamento químico de uma piscina, basicamente, está apoiado nesses três pontos:

Controle do (a):

  • Alcalinidade
  • PH
  • Cloro Residual

Resumidamente: mantenha os parâmetros (alcalinidade e ph) sempre em dia que você jogará apenas cloro. Então meça, se preciso, ajuste-os.

Claro, muitas vezes é necessário outras soluções, principalmente no primeiro tratamento. Porém, no geral, depois de tudo corrigido aí é só manter.

 

Por que você precisa tratar sua piscina com produtos químicos?

Bom, pois existem partículas, microrganismos (bactérias, virus, etc) que não são vistos a olho nu. Além do balanceamento químico natural da água.

De maneira simplificada, a composição química da água é H2O, ou seja, duas moléculas de hidrogênio para uma de oxigênio. O PH (potencial hidrogeniônico), é o parâmetro responsável por verificar a acidez da água, que vai de uma escala de 0 a 14. Porém o ideal que o ph para água da piscina seja mantido em 7,0 e 7,6, para que a cloração seja eficiente.

Curiosidade: as lágrimas humanas possuem em média 7,2, logo se você quiser uma água que evite irritação aos olhos, procure deixar o mais próximo possível desse parâmetro.

  • Para aumentar o pH, pode-se adicionar Carbonato ou Bicarbonato de Sódio, conhecido como elevador de PH ou PH Mais;
  • Para diminuir o pH, pode-se adicionar o Ácido Clorídrico (Muriático) diluído, conhecido como Redutor de PH ou PH Menos.
  • O pH deve ser medido, pelo menos uma vez por semana.

A alcalinidade é definida como quantidade de substâncias presentes na água capazes de neutralizar ácidos.

De maneira mais simples, a alcalinidade atua como uma espécie de tampão do pH, evitando variações, é medida em ppm (partes por milhão) e o ideal para uma piscina é mantê-la entre 80 e 120 ppm.

Normalmente a alcalinidade tende a baixar, ou seja, desce para abaixo de 80ppm. E quando desajustada tende também a desregular o pH também, ou causar o chamado pH “oscilador”.

  • Para aumentar a Alcalinidade, utilize o elevador de alcalinidade (em geral chamados de estabilizador de pH ou pH Estável).
  • Para reduzir a Alcalinidade, aplique o redutor de pH e alcalinidade.

 

Sempre use cloro em sua piscina, claro de acordo com o tamanho de sua piscina e a quantidade recomendada pelo fabricante, pois o cloro é quem desinfeta a água matando os microrganismos que podem fazer mal a nossa saúde.

o Cloro serve basicamente como:

  • fungicida,
  • algicida,
  • algistático,
  • bactericida e
  • germicida.

 

Veja esse artigo aqui: A Importância do Cloro Na Água da Piscina

 

Dicas Finais

  • Siga à risca sempre as instruções dos fabricantes em relação o modo de aplicação e a quantidade de produtos em sua piscina.
  • Cloro Granulado: recomendamos que antes de joga-lo em sua piscina, dilua em um balde com agua da própria piscina.
  • Evite manchas no revestimento de sua piscina, além de diluir bem o cloro, recomendamos que nunca jogue pastilhas diretamente na água, sempre no flutuador, e evite que seu flutuador fique parado em um lugar apenas ou nos cantos da piscina.

 

Veja também: 3 passos para tratamento químico da água de sua piscina.

 

Por mais que artigo seja de nível básico sobre tratamento de piscinas, sem dúvidas ele te auxiliará nos manuseios do filtro e do passo a passo para limpar a sua piscina.

Ao decorrer deste artigo te indicamos outros conteúdos para você ficar “fera” e cada vez mais familiarizado com a sua piscina de modo geral.

 

Surgiu dúvidas?

Comente abaixo, teremos muito prazer em te ajudar 🙂

 

Gostou?

Curta esta postagem e compartilhe com familiares e amigos.

Um comentário em “Passo a Passo: Como Limpar Sua Piscina – Manual Para Iniciantes”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *