Acredito que não é novidade pra ninguém que para saltar de pontos bem altos em piscinas é necessário treino e técnicas específicas de mergulho.

Sim, esses nadadores profissionais que pulam de alturas difíceis de imaginar, precisam começar a treinar como pessoas comuns e vão evoluindo seus saltos aos poucos durante anos.

Por exemplo, o recorde mundial de salto era de Rudolf Bok, um mergulhador profissional da República Tcheca. Ele saltou de uma altura de 58,2 metros em 1997.

Mas teve um cara mais louco que ele dez anos antes! Um suíço chamado Oliver Favre. Ele saltou de uma altura de 53,2 metros.

Porém o recorde é de um BR, é de um brasileiro, Laso Schaller (mais doido que o Tcheco e o Suíço!). Ele pulou de uma altura de 58,8 metros em um lado contendo uma profundidade de 8 metros, em Cascata del Salto, em Maggia, na Suíça. Felizmente ele sobreviveu, só lesionou levemente a perna direita.

Vendo vídeos de pessoas saltando (e por experiência do editor deste artigo he he) uma pessoa comum consegue saltar em média de 2 a 3 metros nas piscinas em suas casas sem se machucar.

O problema das pessoas comuns (assim como eu e você) é que nós saltamos sem nenhuma técnica, aí  os que se arriscam a saltar a 5 metros por exemplo acabam caindo de “chapa” ou de barriga na água, e… deixa eu te avisar… arde muito! Além da pele ficar bem vermelha ou até mesmo roxa.

Na cidade de Acapulco (sim, a mesma cidade do Chaves), tinha uma atração turística bem conhecida chamada de La Quebrada, onde os artistas/mergulhadores saltavam de uma altura de 24 metros. Por mais que eles fossem pessoas comuns (habitantes locais) eles recebiam uma treinamento básico antes.

Em resumo, saltar de 2 a 3 metros é o mais indicado para que não tem técnica nenhuma (e é o que recomendamos, porém com prudência) porém já teve um brasileiro que saltou de quase 60 metros, ou seja, isso é como pular do 8º andar de um prédio.

Gostou? Curta, compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *